GWS Icone Hoario Expediente Prefeituradas 07:00h as 13:00h 
Quarta, 02 Maio 2018 09:56

Secretário de educação da cidade de Nova Marilândia faz avaliação do primeiro ano de gestão e expõe os desafios que a secretaria vem enfrentando.

Publicado por:


A possível retenção de recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) pelo Governo do Estado tornou muitos municípios mato-grossenses inadimplentes junto ao Governo Federal impedindo que algumas prefeituras assinassem convênios e recebessem transferências de recursos da União. A inadimplência foi provocada porque os municípios ficaram impedidos de enviar relatório ao Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação (Siope), sistema eletrônico operacionalizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

Os municípios não conseguiram enviar o relatório porque começaram 2018 com mais de 5% do valor do Fundeb na conta, pois não tiveram tempo hábil de aplicar o grande volume de recurso transferido pelo Governo do Estado no último mês do ano. O montante repassado no dia 29 de dezembro de 2017, quase no encerramento do exercício, foi de R$ 234 milhões, quatro vezes maior em relação à média das transferências efetuadas nos meses anteriores.

Apesar desta realidade o município de Nova Marlândia se manteve em equilíbrio graças ao grande esforço realizado através do trabalho da secretaria de educação e a gestão municipal. “O ano de 2017 foi um ano difícil para a educação do estado do Mato Grosso e faltou incentivo por parte do governo estadual e federal, se não há incentivo e repasses por parte do governo, com certeza isso se torna uma grande barreira para os avanços na educação, não só do nosso município mas também em todos os outros municípios do estado”, declara Josemar Favalessa, secretário de educação de Nova Marilândia.

Mas apesar do cenário crítico em que se encontra a rede pública de ensino em todo o estado, a educação no município de Nova Marilândia tem conquistado grandes avanços, no ano de 2017 o município foi pontuado pelo índice de Oportunidade da Educação Brasileira (IOEB) como um dos municípios com a melhor qualidade em educação do estado, isso porque mesmo com as dificuldades que a secretaria vinha enfrentando devido à falta de recursos estaduais, a prefeitura municipal continuou cumprindo com o seu compromisso e mantendo os serviços oferecidos pela educação com a mesma qualidade e com a mesma responsabilidade pelo qual o ensino público municipal deve ter.

“Apesar das dificuldades enfrentadas pela secretaria eu creio que avançamos muito na área de educação, graças a este cuidado do nosso prefeito totalmente voltado aos nossos munícipes de fazer uma educação de qualidade, tanto é que nós fomos conceituados pela IOEB em 2017 como um município que possui um grande índice na área educacional, o que nos causa um orgulho enorme, pois, disparamos na frente de cidades muito maiores e com mais estrutura do que Nova Marilândia, como Lucas do Rio Verde, Nova Mutum e Sorriso e que no passado ficavam em primeiro lugar, então é um avanço muito significativo, creio que estamos no caminho certo, É claro que devido à esta deficiência, tanto do governo federal quanto do governo estadual nos repasses, naquilo que tange a respeito da área educacional, ele deixou muito a desejar mas nós estamos fazendo a nossa parte para não deixar a qualidade de nossa educação cair devido a estes contratempos”, concluiu Josemar.
Ler 75 vezes

Prefeitura de Nova Marilândia