GWS Icone Hoario Expediente Prefeituradas 07:00h as 13:00h 
Terça, 07 Novembro 2017 10:49

Novembro Azul, cuidar da saúde também é coisa de homem. Destaque

Publicado por:
Avalie este item
(0 votos)
câncer de próstata é o câncer que mais afeta a população masculina do nosso país depois do câncer de pele. Somente em 2014, segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), era esperado um aumento de 68.800 novos casos da doença no Brasil.

Apesar de ser uma doença grave, cerca de90% dos casos são passíveis de cura, desde que o diagnóstico seja realizado precocemente. É nesse ponto que se encontra o maior desafio: o preconceito. A maioria dos homens evita procurar o médico por temer o exame de toque retal, que, além do câncer, é importante para diagnosticar outros problemas anorretais e da próstata.

A fim de conscientizar a população, principalmente a masculina, sobre os riscos do câncer de próstata, formas de prevenção e as maneiras de diagnosticar a doença,surgiu o movimento internacional Novembro Azul. Durante todos os trinta dias de novembro são realizadas campanhas de esclarecimento sobre a doença, além da iluminação dos pontos turísticos ao redor do mundo como forma de divulgar o movimento. Comemorado inicialmente na Austrália em 2003, esse mês foi escolhido porque é o mesmo em que se comemora o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.



Câncer de próstata

O câncer de próstata evolui lentamente, sendo assim, os sintomas são percebidos quando a doença já está em estágio avançado, dificultando o tratamento. Osprincipais sintomas desse tipo de câncer é a diminuição do jato de urina e uma mudança na frequência urinária, que aumenta. Também pode ser observada alguma dificuldade ao urinar.

Uma alimentação saudável, rica em verduras, vitaminas e cerais, é uma das formas de prevenir a doença. Além disso, é importante evitar gorduras de origem animal e alimentar-se excessivamente de carneNão fumar, beber moderadamente e realizar atividades físicas também podem ajudar a diminuir os riscos de apresentar a doença.

Para diagnosticar o câncer de próstata, é fundamental a realização do exame de toque e o de sangue, que é conhecido como PSA (Antígeno Prostático Específico). Recomenda-se que, a partir dos 50 anos, o urologista seja procurado anualmente para a realização dos exames. Pacientes que possuem histórico familiar da doença devem procurar o médico a partir dos 45 anos de idade. Estima-se que homens com parentes próximos que tiveram esse tipo de câncer antes dos 60 anos possuem, em média, 3 a 10 vezes mais riscos de desenvolver essa neoplasia.

Sendo assim, ficar atento aos sinais do corpo e procurar o médico com frequência é extremamente importante para diagnósticos precoces e tratamentos mais eficientes. Não deixe, portanto, que o medo ou a vergonha sejam empecilhos para o cuidado com a saúde.

Prefeitura de Nova Marilândia